Caspa: saiba o que é, quais as causas e como tratar

Tempo de leitura: 4 minutos

Condição mais comum do que imaginamos, a caspa está presente em homens e mulheres com faixa etária entre 20 e 50 anos, podendo ocorrer, também, na fase da puberdade, na adolescência, época em que os hormônios estão “borbulhando”.

O problema irrita bastante, pois, além de causar coceira e descamação do couro cabeludo, é um tremendo incômodo, já que as casquinhas brancas que caem dos cabelos marcam as roupas e detonam qualquer produção, não é mesmo?

Mas o que é a caspa, afinal? Por que ela aparece? Como tratar de forma simples e controlar o aparecimento destas casquinhas tão indesejadas? Continue a leitura desse blog post e descubra muito mais do que você já sabia.

Imagem ilustrativa

O que é a caspa?

Antes de tudo, a caspa não tem “cura”, mas é facilmente controlada e existem ótimas estratégias para evitar que a danadinha volte recorrentemente.

Caspa é o processo de descamação da pele do couro cabeludo. É também conhecida pelos médicos e por muitas pessoas como Dermatite Seborreica, podendo ser leve, média ou grave.

Quais são as causas da caspa?

Normalmente ela aparece por influências genéticas, alterações hormonais e condições que aumentam a oleosidade do couro cabeludo, como por exemplo, a má alimentação e a falta de cuidados e higiene com os cabelos.

Além da predisposição genética, como citamos, alguns fatores contribuem para o surgimento.

Começamos falando da má alimentação, com um destaque para a ingestão exagerada de açúcares e gorduras animais.

Além disso, se você gosta de tomar aqueles demorados banhos, “mega” quentes, saiba que a ação também é uma facilitadora. Também, ao sair do banho, seque bem os cabelos, pois, cabelos úmidos favorecem o aparecimento de fungos, ou seja, mais uma porta de entrada para a caspa.

Por fim, um dos principais e que, com certeza, atinge uma grande maioria da população, é o stress. Procure meios de controlar esse inimigo natural do ser humano: faça atividades físicas, meditação e invista na sua espiritualidade, para que possa enfrentar as adversidades do dia a dia com muito mais leveza e naturalidade.

Certo, eu tenho caspa. E agora? O que faço?

Primeiramente, nossa dica é que procure imediatamente um Dermatologista. Este profissional irá ajudar a identificar qual é o estágio da sua caspa e, indicar o melhor e mais certeiro tratamento.

No entanto, existe no mercado, uma infinidade de shampoos especiais que combatem a dermatite seborreica, a caspa, e estão disponíveis nas farmácias e até mesmo em supermercados.

Pesquisando pela internet, encontramos também algumas valiosas estratégias, das quais citamos abaixo para que vocês possam ficar atentos. Vamos lá?

Lave bem os cabelos

Ao utilizar produtos e shampoos para o problema, deixe-o agir por, pelo menos uns dois minutinhos, garantindo que o mesmo seja eficaz e faça efeito.

Evite água muito quente para lavar o cabelo

Bom, para o verão, essa dica é excelente. Mas, para o inverno… Não tem jeito: banhos muito quentes não combinam com o tratamento anticaspa.

Evite dormir com o cabelo molhado

Já está provado que cabelos úmidos facilitam a proliferação de fungos, o que, naturalmente, também atrai a caspa. Então… Seque, seque e seque, antes de dormir. Na verdade, sempre!

Condicionador, somente na medida.

As opiniões na internet são unânimes. Evite aplicar o creme condicionador na raiz. Prefira aplicá-lo no meio dos cabelos e nas pontas.

Cuidado com produtos químicos

Os muitos produtos químicos para cabelos, dos mais diversos, são substâncias que agridem o couro cabeludo e os cabelos, podendo, inclusive, agravar o quadro de caspa. Tome cuidado.

Balanceie sua alimentação

Está com dúvidas sobre isso? Nossa dica é que procure um nutricionista, pois ele é o profissional que irá entender suas necessidades físicas e aliá-las ao seu objetivo de evitar os alimentos que podem proliferar a caspa.

Entretanto, que encontramos nas nossas pesquisas foi que os alimentos ricos em zinco, como as sementes de girassol, o sésamo e os alimentos com vitamina B, como as carnes, os peixes azuis e os cereais integrais são aliados do combate à caspa. Isso sem falar nos alimentos que são naturalmente bons “para tudo”, como as frutas, os vegetais frescos e os legumes.

Por fim, estudos apontam que é altamente recomendada a redução do consumo de pães, doces e alimentos com levedura.

Conclusão

Se você tem caspa, fique atento, procure alternativas para controlá-la e evitar que o quadro se agrave e você possa ter problemas maiores.

Procure sempre manter sua vida da forma mais saudável possível: coma bem, pratique atividades físicas, comemore, de forma saudável, as conquistas diárias e seja feliz. A saúde é fundamental para uma vida plena e produtiva. E sem caspa! 😉

Fique atento aos artigos do Blog do Ademir, pois, por aqui, acreditamos que Homem que se gosta, se cuida.

___
Referências

Blog do Ferricelli
Wikipédia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *