Fazer a barba em casa ou no barbeiro? Conheça as incríveis diferenças

Tempo de leitura: 3 minutos

Todos nós sabemos que cultivar ou fazer a barba, requer uma atenção mais que especial, pois, semanalmente, os pelos faciais crescem e precisam de cuidados. Para alguns homens, o ato de fazer a barba pode ser prazeroso e ritualizado, mas, para outros, é demorado, cansativo e, muitas vezes, catastrófico, pois podem provocar irritação da pele ou até mesmo um corte.

O fato de não precisar se preocupar com esta obrigação de fazer [bem feita] a própria barba, já mostra o quanto um bom barbeiro pode ser a solução na medida certa para esses homens que não querem ter mais essa preocupação.

Pensando nisso, e em todos os rapazes que gostam de se manter sempre bem alinhados e que não querem gastar o seu tempo tentando acertar o perfeito barbear, conversamos com os nossos barbeiros, Ademir Rocha, Adeilson Amaral, Léo Carvalho e Matheus Santos e selecionamos alguns principais benefícios que você poderá usufruir ao procurar um barbeiro profissional.
Continue lendo este post e convença-se a se tornar um verdadeiro adepto à barba bem feita.

#1 A barba perfeita

Um barbeiro profissional é a pessoa mais indicada para realizar um perfeito barbear. Pelo simples fato de ele ser experiente, se qualificar, e saber utilizar as melhores técnicas e recursos para que seu barbear seja tranquilo e você consiga excelentes resultados.

Barba feita com navalha, toalha quente para abrir os poros, produtos e muita precisão no ato são as principais características de um bom barbeiro. E, sem dúvidas, é muito diferente de quando você se barbeia em casa, usando, talvez, a navalha inadequada, a força inadequada ou até mesmo ferindo os poros, causando irritação e desconforto ao final do processo.

#2 Cuidados redobrados

Fazer barba com um barbeiro é mais que somente uma boa experiência. Os homens recebem cuidados de cavalheiros para cavalheiros, pois eles sabem o quão é importante obter um excelente resultado no final do processo de barbear.

Os bons barbeiros, os de respeito, utilizam toalha quente, loções e produtos para relaxar a pele e tratar dos poros e massageiam o rosto para facilitar ainda mais o barbear. Esses cuidados protegem a sua pele, e além de evitar irritações, como citamos, impede que a sua barba cresça desordenadamente, ajudando a combater, inclusive, o nascimento de pelos encravados.

#3 a navalha

A grande diferença entre utilizar aparelhos de barbear, desses que compramos em supermercados ou farmácias, está na forma em que os pelos são cortados. A navalha possibilita retirar os pelos desde a sua raiz, respeitando o formato do seu rosto e evitando que ele fique com pequenos pelos ao final do processo, o que não acontece com os aparelhos de barbear comuns.
Outro grande benefício de utilizar a navalha é que o barbeiro consegue passa-la em locais de difícil acesso, auxiliando no perfeito corte dos pelos, e na sua satisfação final.

#4 Bons resultados

O resultado de todos esses cuidados não poderia ser diferente, senão uma barba sensacional e bem feita, que dificilmente você conseguiria fazendo em casa.
Sua pele agradece, pois você sai da barbearia com uma sensação de frescor, sentindo cada movimento do vento que bate em seu rosto. Você sai “mais leve”, mais alinhado e mais confiante.

#5 Encontre um barbeiro de confiança

Antes de decidir que começará a fazer sua barba com barbeiro, encontre um de sua confiança. Desta forma você consegue estabelecer uma boa relação, sabendo que ele é o profissional capacitado e capaz de fazer a barba exatamente da forma que você deseja, sem que você fique preocupado ou tenso no processo de barbear, como o medo de se cortar, por exemplo.
Nossos barbeiros são cuidadosos, responsáveis e capacitados. Conheça nossa estrutura e nossos profissionais, e entregue este momento de extremo cuidado com a sua estima e sua imagem para quem realmente tem propriedade para fazer.

Se você gostou do artigo, deixe um comentário, marque um amigo e compartilhe esta ideia para que mais pessoas possam ter acesso a esse conteúdo.

Até o próximo artigo, cavalheiros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *